Doenças causadas pelo cigarro em gatos 1


Share

Favim.com-443545Pesquisas comprovam: cigarro também faz mal á saúde dos animais.

Existem diversos estudos mostrando que a fumaça do cigarro atinge os animais domésticos e pode influenciar negativamente em sua saúde. Por exemplo, um estudo de 2007, feito pela Universidade de Minnesota, nos Estados Unidos, mostrou que gatos que convivem com fumantes apresentam nicotinas e outras toxinas em sua urina.

Outro estudo, realizado naquele mesmo ano, relacionou o surgimento de câncer oral em gatos (carcinoma de células escamosas) á convivência com pessoas fumantes. Gatos que viviam por mais de 5 anos em ambientes com fumaça de cigarro tiveram maior incidência desse tipo de câncer. Um estudo mais recente, de 2014, realizado no Irã, mostrou que a fumaça do cigarro aumentou a resposta inflamatória pulmonar de gatos expostos a ela.

Além disso, imagens divulgadas pela Escola de Medicina Veterinária Cummings, da Universidade Tufts, dos Estados Unidos, revelaram tumores detectados em exames realizados em gatos. De acordo com os pesquisadores, os cânceres surgiram devido ao excesso de exposição desses animais de estimação á fumaça de cigarro.

Segundo veterinários, bichos na posição de fumantes passivos se tornam vítimas dos fumantes ativos e podem ter os mesmos malefícios e riscos para a saúde.

pet1Raio X do peito de um gato mostra um tumor no pulmão do animal, que é considerado fumante passivo (Foto: Cummings School of Veterinary Medicine/AP)

Tome alguns cuidados

Segundo Vanice Alemand, médica veterinária, parar com o hábito de fumar seria uma mudança de comportamento benéfica tanto para o fumante quanto para os animais que com ele convivem. Entretanto, enquanto isso não acontece, é possível minimizar os riscos tomando alguns cuidados.

♥Fume em ambientes abertos: Isso faz com que a fumaça se dissipe mais facilmente, impedindo que as partículas fiquem acumuladas no mesmo ambiente em que o animal está.

♥Use purificadores de ar no ambiente: E que estes sejam de alta qualidade, pois também ajudam a remover o excesso de toxinas que ficam no ambiente.

♥Troque de roupas e lave-as depois de fumar: Assim as partículas de toxinas que ficam impregnadas nos tecidos serão removidas e não causarão problemas aos bichanos e outras pessoas que convivam com o fumante da casa.

♥Lave as mãos após fumar e antes de acariciar o gato: Essa medida é importante para remover as partículas de nicotina que ficam nas mãos. Pelo mesmo motivo, é indicado lavar os cabelos após fumar, principalmente se a pessoa fica muito tempo perto dos felinos. “Os cinzeiros devem ser mantidos limpos e os cigarros, charutos, chicletes e adesivos de nicotina, rapé, etc., em recipientes inacessíveis aos seus animais”, completa Vanice.

Em outra imagem, desta vez feita com a ajuda de um tomógrafo, é possível visualizar tecido com câncer (Foto: Cummings School of Veterinary Medicine/AP)

Compartilhado por Heloíse Santos
Pulo do Gato

informe rodapé lugardegato


Deixe uma resposta

Um pensamento em “Doenças causadas pelo cigarro em gatos