Como cuidar e alimentar gatos recém-nascidos? 2


Share

Como cuidar e alimentar gatos recém-nascidos?

Se você encontrou filhotinhos de gatinhos sem a mamãe gata e não sabe o que fazer, deve está se perguntando como cuidar e alimentar gatos recém-nascidos. Leia este guia e saiba lidar com este momento com calma e orientação. Lembre-se, procure um veterinário!

SOBRE OS GATOS FILHOTES RECÉM-NASCIDOS

Gatinhos filhotes nascem ainda mais dependentes que bebês humanos: não são capazes nem mesmo de se aliviar (fazer xixi e cocô) sozinhos, não enxergam (seus olhos nascem fechados), não conseguem se levantar e o cordão umbilical só costuma cair após a primeira semana de vida.

Para sobreviverem, precisam mamar com intervalos bem pequenos, e, também, ficar aquecidos para que sua temperatura fique sempre em torno de 38ºC para que não morram de hipotermia. Ao encontrar um filhotinho recém-nascido o melhor é tentar encontrar uma gata que tenha tido filhotes recentemente e que ainda tenha leite. Mas lembre-se: a primeira atitude a tomar quando encontrar um recém-nascido é dar o leite! Longos períodos sem mamar podem levá-los a óbito e não se sabe a quanto tempo estão separados da mãe.

Como cuidar e alimentar gatos recém-nascidos?Bebê ainda com cordão umbilical

ENCONTREI UMA GATA COM LEITE. E AGORA?

Em caso de gatos, é recomendável que se teste para FIV e FeLV* a futura mamãe e os filhotes resgatados, para evitar que caso um deles seja positivo, contamine o outro. Se você tiver oportunidade, faça.

O ideal é que os filhotes da gata que irá “adotar” tenham a mesma idade dos que você resgatou. Para facilitar a aceitação, elimine o cheiro dos gatinhos órfãos com um lenço umedecido sem cheiro e, depois, esfregá-los (com cuidado!!!!) com um pano que tenha cheiro da futura mãe, também costuma ajudar. E, mesmo que ela tenha aceitado os filhotes, é necessário que se observe se ela está dando a devida atenção para eles, pois não basta apenas deixar que eles mamem, eles precisam mamar frequentemente e, também, que ela os “ajude” a se aliviarem, lambendo suas partes, e que fique próxima deles para manter a temperatura.

Como cuidar e alimentar gatos recém-nascidos?NÃO CONSEGUI UMA MÃE DE LEITE QUE OS ACEITASSE, O QUE EU FAÇO?

Então, a vida deles agora depende de você.

Saiba que você precisará de muito amor e dedicação, mas, no fim, aprenderá que nada supera o valor de salvar uma vida.

DO QUE EU PRECISO?

  • 2 toalhas
  • 1 mamadeira para filhotes (Você pode encontrar em petshops, ou na internet. Na falta dela, uma seringa sem rosca, ou seja e sem agulha, ou um conta-gotas podem te ajudar, embora não seja o ideal)
  • Algodão
  • Lenço umedecido (de preferência, sem cheiro)
  • Uma caixa de papelão alta
  • Um abajur direcionável, uma lâmpada ou uma bolsa térmica
  • Leite em pó Nan 1, para bebês humanos recém-nascidos.

Como cuidar e alimentar gatos recém-nascidos?

 

ACOMODANDO SEUS BEBÊS GATINHOS

Forre a caixa de papelão com uma toalha e a troque diariamente. É importe para a saúde deles que fiquem em um ambiente limpo. A caixa de papelão deve ser alta para que eles não consigam sair dela, pois, embora não andem, eles conseguem se arrastar e escalar. Uma boa experiência que tivemos foi colocar bichinhos de pelúcia na caixa, ele se sentem mais confortáveis deitando próximos a eles, como se fosse uma mamãe. O abajur, a lâmpada e a bolsa térmica servem para mantê-los aquecidos. Você só precisa de um deles e deve tomar cuidado para que não fiquem quentes demais.

Usando o abajur ou a lâmpada: coloque a caixa na direção da luz, evite que ela entre em contato direto com os bebês, principalmente depois que eles abrirem os olhos.

Usando a bolsa térmica: Esquente a bolsa (tome muito cuidado com a temperatura, para não queimá-los), e envolva com uma toalha e deixe-a na caixa. Eles instintivamente ficarão perto dela. Aqueça-a sempre, pois, se a deixarmos ficar fria, também é capaz de roubar o calor deles e esfriá-los. Aproveite quando for dar a mamadeira e esquente-a um pouco mais. É necessário mantê-los quentes, artificialmente, durante os seus primeiros 20 dias de vida.

DANDO A MAMADEIRA AOS GATINHOS

Existem leites feitos para filhotes de animais no mercado, mas pela nossa experiência, o Nan 1 é a melhor opção para filhotes recém-nascidos e, também, é uma opção mais fácil de encontrar. Não é recomendável dar leite de vaca, pois causa diarreia.

Para fazer a mistura do Nan 1, use 30ml de água para cada medida de leite em pó (a lata vem com uma colher medidora) e aqueça levemente até que fique morninho, assim como o leite de mamadeira para bebês humanos.

Se você não encontrou o Nan1, ou no momento não tem outra opção, pode usar como emergência a receita do pessoal do Sosgatinhos:

Receita caseira de leite substituto para Gatinhos filhotes recém nascidos

  • 1 copo de leite integral (se for de cabra, melhor!)
  • 1 copo de água fervida, filtrada ou mineral (sem gás!)
  • 2 colheres de sopa de farinha láctea
  • 1 gema de ovo cozida e amassada com o garfo, sem a clara porque a clara faz mal para o bebê gatinho!
  • 1 colher de sopa de creme de leite

Misture tudo, bata no liquidificador e coloque numa vasilha de vidro lacrada. Guarde na geladeira e na hora de alimentar o bebê gatinho retire só a quantidade necessária.

Esta receita serve para até 3 dias. Depois disso precisa fazer uma nova. É prática, saudável e barata. O leitinho caseiro pode ser administrado por meio de conta-gotas ou mesmo seringas de 3 ml sem a agulha. Pode dar para o nenê gatinho muitas vezes ao dia, porque nas mamães eles mamam a toda hora.
Colaboração de Maria José Rodrigues

Como cuidar e alimentar gatos recém-nascidos?

Para dar a mamadeira, o filhote deve estar levemente inclinado, com a barriga para baixo e cabeça em pé, como se estivesse na posição normal de caminhar (caso contrário, o leite pode acabar em seus pulmões, asfixiando-o ou causando pneumonia). Caso ele engasgue, vire-o um pouco de cabeça para baixo e sacuda gentilmente (lembre-se: é um recém-nascido). Não dê a mamadeira para o filhote como na posição de um bebê humano, ou seja de barriga para cima.

Como cuidar e alimentar gatos recém-nascidos?Deixe que mamem o quanto quiserem. Uma dica é fazer um rodízio da mamadeira entre os filhotes. Dê o leite até pararem, um por um e, depois, dê novamente, começando pelo primeiro que tomou, até eles realmente não quererem mais. Isso é importante para que eles mamem o máximo o possível e, como são tão delicados, podem não conseguir sugar tudo o que querem de uma vez. É extremamente importante que você dê a mamadeira de 2 em 2 horas ou de 3 em 3 horas, dependendo do apetite dos seus bebês. Nunca deixe que fiquem mais de 4 horas sem mamar, pois a hipoglicemia pode ser fatal. Por isso, ao encontrar um filhote, é importante amamentá-lo o mais rápido possível.

 

ESTIMULANDO OS ÓRGÃOS GENITAIS DOS GATINHOS RECÉM NASCIDOS

Como são muito novinhos, eles não tem controle e não conseguem se aliviar sozinhos. Fezes e urina acumulados podem fazer mal a eles. Portanto, é necessário que, após dar a mamadeira, você os estimule.

Como cuidar e alimentar gatos recém-nascidos?Estimulando, como a mamãe gata faria

Umedeça um pedaço de algodão com água morna e esfregue gentilmente nos seus órgãos genitais. Insista por um tempo, quanto mais novos mais dificuldade eles têm. O ideal é que façam uma quantidade razoável de xixi todas as vezes que mamam e, cocô, duas ou três vezes por dia.

Use o lenço umedecido sem cheiro para mantê-los limpos. Quando os gatinhos estiverem se aliviando perfeitamente sozinhos, apresente-os a caixa de areia.

Após o desmame, que ocorre com mais ou menos um mês de vida, introduza uma papinha especial. Moa um pouco peito de frango cozido com ração para filhotes. Ou compre o patê para filhotes, por exemplo a Babycat da Royal Canin. Aos poucos, acostume-os a apenas comer ração. Neste estágio, o animal deve ser vermifugado e, com cerca de dois meses, vacinado.

como-alimentar-gatos-recem-nascidosUma vez que o animal esteja saudável e não precise mais de ajuda para se alimentar, ele pode entrar para adoção.

Recomenda-se a castração aos seis meses de vida ou antes – com um veterinário que faça castração pediátrica, caso seja necessário.

Ao doar o animal, verifique se os adotantes possuem boa índole, se eles estão dispostos a seguir a posse responsável e se a casa tenha telas para evitar acesso às ruas.

Este guia é disponibilizado pela Associação Quatro Patinhas e serve também como guia para cães recém-nascidos. Você pode ter acesso á ele clicando aqui.,

Se você ainda tem muitas dúvidas, também recomendo os posts fixos da comunidade Gatos, Auxílio, Ajuda e Orientação (Felinos) no Facebook.

 

informe rodapé lugardegato


Deixe uma resposta

2 pensamentos em “Como cuidar e alimentar gatos recém-nascidos?